PROJETO DE UMA RÁDIO ESCOLAR – experiência que deu certo na Escola

PROJETO DA RÁDIO ESCOLAR  - experiência que deu certo na Educação 

FREQÜÊNCIA:

Todos os dias  nos  horários de  recreio dos alunos, onde os alunos-locutores utilizam uma sala improvisada como estúdio, com equipamento de som (microfone, aparelho de som, caixas de som que ficam distribuídas pelo pátio do colégio, ou seja, equipamento que qualquer escola tem).

 

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO:

10:05 ÀS 10:15 –  MANHÃ (10 minutos do recreio)

16:05 ÀS 16:15 – TARDE (10 minutos do recreio)

21:20 ÀS 21:30 – NOITE (10 minutos do recreio)

 

PROGRAMAÇÃO:

Primeiros cinco minutos : Momento da Reflexão – Escolher sempre textos para refletir, conselhos para os alunos, orações,  textos escritos pelos alunos (previamente escolhidos), datas comemorativas , sugestões de estudo, dicas de vestibulares, etc. , na falta de um destes ítens, tocar música instrumental antistress.

Os outros cinco minutos: Momento da Música  -  Tocar um repertório musical (previamente escolhido) descrevendo o nome do cantor(a), dupla ou grupo, o nome da música e/ou curiosidades sobre os mesmos. Geralmente 3 músicas.

 

Regulamento da Rádio Escolar:

Para que a rádio funcione ativamente e de forma permanente, atuando como um veículo de comunicação que trabalhe em prol da Educação, pertinente ao local em que ela está inserida, é indispensável o cumprimento das seguintes normas:

  1. Ter um quadro de alunos regular (06 pessoas no máximo, sendo 03 atuando dentro do “estúdio”)
  2. Que os alunos se encontrem no local antecipadamente para a  preparação da pauta e do repertório do dia.
  3. Que os mesmos estejam preparados para algum imprevisto, como a falta do locutor do dia ou qualquer  outro transtorno que possa quebrar a qualidade da programação.
  4. Cuidar para  que o ambiente seja sempre propício, com silêncio e acima de tudo disciplina  para o bom andamento dos trabalhos.
  5. O locutor deve evitar usar de gírias e português errado, sabendo sempre que está diante de veículo que trabalha em favor da Educação. Nunca usar termos vulgares, palavras chulas ou qualquer coisa que possa desaboná-lo e conseqüentemente desabonar toda a equipe.
  6. A porta da rádio deve ficar sempre fechada, e alunos, ou pessoas que não façam parte do quadro, não podem ficar presentes dentro do estúdio sem a autorização do Professor responsável ou da Diretora ou da Vice-Diretora.
  7. No caso da equipe ter algum problema ou inconveniente com a ordem e disciplina por parte dos alunos, deve pedir o apoio dos professores ou da Direção, e sob nenhuma hipótese tomar atitudes sem o consentimento destes.
  8. Impedir, conscientizando sem expulsá-los, que alunos fiquem batendo na porta ou molestando os trabalhos.
  9. Ter clareza nas falas, nunca buscar o improviso, mas  treinar antecipadamente o que vai ser lido.
  10. O bom locutor é aquele que é consciente, e busca a responsabilidade na informação e na comunicação com o seu público.

 

              João Luiz Taques – Coordenador do Projeto

 

Os projetos de Rádio em nossas escolas não devem ser encarados só como lazer e entretenimento e, nem tampouco como ferramentas para a mera ocupação da hora do recreio,  mas, sobretudo, como um  instrumento de cidadania  e da aquisição das diversas competências de nossos educandos, entre elas a capacidade de comunicação, de convivência com as diferenças, de interação, de cooperação e respeito mútuo.

 

 
 

 

About these ads
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: